-A A +A

Planning

Estas atividades dependem da obtenção de patrocinio junto a Pessoas Jurídicas ou Pessoas Físicas. As ações a serem desenvolvidas dependem do volume de recurso obtido e podem ser:

1. Plantar. Projeto que pretende incentivar a preservação florestal. Veja reportagem sobre os Sr Nilton Broseghini, cuja atitude é inspiradora desta proposta.

"... Dizem por aí que todo homem precisa ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore. Mas, se você for como Nilton Broseghini, pode até dispensar os dois primeiros itens desta lista. Afinal, aos 61 anos, Nilton já plantou mais de meio milhão de árvores no Espírito Santo. O capixaba morador de Santa Teresa já é um ícone quando se trata do reflorestamento da região e pretende aumentar ainda mais seu recorde com a ajuda da população. Para isso, busca o apoio de famílias na tentativa de aumentar a mobilização em torno da causa. Além de já ter reflorestado sete municípios do estado, Nilton trabalha com educação ambiental e oferece palestras em escolas e oficinas de produção de mudas. As sementes ele já sabe onde encontrar e não precisa gastar nem um centavo com isso: todas são coletadas nas áreas que ele mesmo plantou..." (Fonte: http://www.hypeness.com.br/2015/08/conheca-o-homem-que-ja-plantou-meio-m...).

2. Visita nas escolas. Para divulgar a Universidade e o curso de Engenharia de Petróleo.

3. Fabricação de prototipos de bomba de aríete. A intenção é divulgar seu uso no ambiente rural ao mesmo tempo permitir ao aluno a prática da Engenharia. Estas bombas, por dispensar energia elétrica e se basear em princípios físicos, são de extrema importância em comunidades com recursos limitados.

4. Perfuração de poços artesianos. Nas comunidades carentes da região norte de Espírito Santo existem problemas de acceso ao elemento básico, a água. A perfuração de poços a profundidades de 10 m a 30 m pode permitir sua extração, entretanto equipamentos e conhecimentos básicos são necessários. Alunos e Professores da Engenharia de Petróleo / Ufes podem fazer esta operação.

5. Fabricação de protótipos baseados em fontes alternativas de energia. O Espírito Santo tem potencial eólico e solar importante. Estas fontes podem ser utilizadas para geração de energia mecânica ou elétrica. 

6. Coleta seletiva. A divulgação desta atividade.

7. Biblioteca movel. Livros podem ser comprados ou coletados para utilização gratuita do público interessado.

8. Campanha de doação de sangue e médula ósea. Destacar a importancia desta ação.

9. Doações. Coleta de roupa, alimentos não pereciveis.

10. DOI dos artigos da Lajer. O DOI-Digital Object Identifier é uma forma de certificação digital das produções bibliográficas. Os artigos publicados na revista Lajer ainda não tem este código um vez que para sua obtenção requere-se um investimento financeiro por cada artigo publicado.

11. Palestras. Atividades presenciais de (aprox.) 1 h sobre temas relacionados com a indústria do petróleo ministrado por um especialista na área objeto da palestra. São entregues certificados aos participantes.

12. Minicursos. Atividades presenciais de (aprox.) 4 h sobre temas relacionados com a indústria do petróleo ministrado por um especialista na área objeto do minicurso. São entregues certificados aos participantes.

13. Oferta de disciplinas optativas. Estas disciplinas exigem 45 horas por semestre. Cada semestre letivo consta de 4 meses. Devido ao número reduzido de professores, o curso de Engenharia de Petróleo / Ufes tem dificuldade em atender esta exigência. Agradecemos aos profissionais da indústria do petróleo que possam contribuir com esta atividade. A carga horária pode ser concentrada em determinado número de dias, sendo inclusive  viável a utilização de seminários online.

Dentre outras atividades.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Rodovia BR 101 Norte, Km 60 - Bairro Litorâneo, São Mateus - ES | CEP 29932-900